30.8 C
Goiânia
InícioNotíciasAgronegócioMinistra da Agricultura Tereza Cristina viaja ao Canadá para tratar do aumento...

Ministra da Agricultura Tereza Cristina viaja ao Canadá para tratar do aumento da exportação de potássio para o Brasil

Estão previstas reuniões com presidentes de empresas produtoras e exportadoras de potássio instaladas no país, além de representantes do governo canadense

A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, viajou neste sábado (12) para o Canadá para conversar com empresários e representantes governamentais sobre a possibilidade de aumentar as exportações de potássio para o Brasil. O Canadá é o maior produtor mundial de potássio, com cerca de 33% da produção mundial.

De acordo com a ministra, a ideia é conversar principalmente com a iniciativa privada para falar sobre a disposição do governo brasileiro de facilitar as vendas ao Brasil.

“A viagem é para conversar com canadenses para ver se conseguimos uma quantidade maior do que eles já nos mandam, para suprir esses possíveis gargalos de fornecimento que a gente possa vir a ter, devido ao conflito entre a Rússia e a Ucrânia”, explicou. Segundo ela, o governo brasileiro já vem fazendo várias videoconferências com a associação que reúne exportadores canadenses para tratar do tema.

Na viagem a Ottawa estão previstas reuniões com presidentes de empresas produtoras e exportadoras de potássio instaladas no país, além de representantes do governo canadense. No domingo (13), a ministra se reuniu com a diretoria da Brasil Potash. Nesta segunda-feira (14), está previsto um encontro com o Vice-Ministro da Agricultura do Canadá, Paul Samson. A ministra também terá reuniões com os presidentes das empresas Gensource, Nutrien, Canpotex e Fertilizer Canada. O retorno da comitiva do Mapa está previsto para segunda-feira (14), com chegada no Brasil na terça-feira (15).

Em fevereiro, a ministra viajou ao Irã, negociando o aumento de exportações de fertilizantes para o Brasil. Na quinta (10) ela recebeu em Brasília representantes de países árabes para debater a possibilidade de aumentar a exportação de fertilizantes para o Brasil.

Atualmente, o Brasil é o quarto consumidor global de fertilizantes, responsável por cerca de 8% deste volume e é o maior importador mundial. O Brasil importa cerca de 85% de todo o fertilizante usado na produção agrícola nacional. No caso do potássio, o percentual importado é de cerca de 95%.

O engenheiro agrônomo Josimar Reis, doutor em solos e nutrição de plantas pela Universidade de São Paulo, explica o motivo do Brasil precisar tanto de fertilizantes para produzir alimentos.

Janaina Honorato
Janaina Honorato
Jornalista especialista em agronegócio com formação em marketing digital. Experiência de 9 anos com comunicação para o agronegócio em reportagens de TV, rádio, impresso e internet.
Nossas Redes Sociais
11,345FãsCurtir
23,198SeguidoresSeguir
Últimas
Postagens Relacionadas