18.8 C
Goiânia
InícioAviculturaImpacto do aumento de produção e exportação sobre o custo de produção...

Impacto do aumento de produção e exportação sobre o custo de produção de ovos no Brasil

Esse crescimento afeta diretamente o planejamento estratégico dos produtores que precisam avaliar desde os parâmetros zootécnicos e produtivos a serem adotados em suas propriedades, bem como os impactos econômicos sobre o custo de produção, margem bruta e renda.

Em 2023, a avicultura brasileira vem apresentando um destaque para a produção de ovos, que passa por um dos maiores crescimentos de sua história, motivado pelas vendas no mercado internacional e pelo crescente consumo interno nos últimos três anos.

Esse crescimento afeta diretamente o planejamento estratégico dos produtores que precisam avaliar desde os parâmetros zootécnicos e produtivos a serem adotados em suas propriedades (aumento de escala de produção, expansão de área, etc.), bem como os impactos econômicos sobre o custo de produção, margem bruta e renda.

Dados da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) revelam que a produção de ovos no Brasil deve atingir 40 bilhões de unidades em 2023, um aumento de 10,8% em relação ao ano anterior. Esse crescimento é impulsionado pela maior demanda interna e externa por ovos.

De acordo com o IBGE, aproximadamente 80% da produção de ovos no país são destinados ao consumo (ovos comerciais) em mercado interno e externo. Nesta cadeia de produção predomina-se o modelo independente, onde o produtor é responsável pela aquisição das aves, compra de insumos para toda produção e comercialização dos ovos, sem a presença de vínculos contratuais formais.

Os 20% restantes correspondem à ovos destinados à incubação, que por sua vez predomina em formato de integração, onde a pessoa jurídica é proprietária das instalações e responsável pelo manejo dos animais e ovos, em contrapartida, a agroindústria integradora, é responsável pelo fornecimento de insumos, como ração e material genético, durante a atividade produtiva.

Saiba mais

Visando mensurar o impacto do mercado sobre os custos da produção de ovos no Brasil, foram analisados os dados do projeto Campo Futuro (CNA/Senar) para cadeias de produção de ovos comerciais e ovos férteis.

Foram avaliados dados dos últimos 6 anos (2018 a 2023), de 7 regiões produtoras de ovoscomerciais com modais médios de 13.053m² de área produtiva e 66.189.784 ovos produzidos anualmente, correspondendo à produtividade de 183.860,51 caixas de ovos ao ano ou de 4.218,64 ovos/m² ao ano.

Já o modal de unidade produtora de ovos férteis foi analisado os dados e 2021 a 2023, considerando apenas uma região participante do projeto, com área produtiva média de 8.100m², produção anual de 7.063.395 ovos e produtividade de 19.620,54 caixas de ovos ao ano ou de 872,02 ovos/m² ao ano.

Os painéis de avicultura e suinocultura do Campo Futuro são conduzidos pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e Labor Rural Serviços e Empreendimentos.

Todos os dados você confere no link: file:///C:/Users/geron/Downloads/Ativos-Avicultura-Setembro_2023-1-1.pdf

ViaCNA
Nossas Redes Sociais
11,345FãsCurtir
23,198SeguidoresSeguir
Últimas
Postagens Relacionadas