19.8 C
Goiânia
InícioNotíciasAgronegócioGoiás sedia a 8ª Conferência Nacional sobre Defesa Agropecuária

Goiás sedia a 8ª Conferência Nacional sobre Defesa Agropecuária

Com o o tema “Conectividade na Agropecuária”, esta edição inclui pela primeira vez a participação dos produtores rurais na discussão de ações que resultem na segurança da saúde pública, preservação do meio ambiente e economia do país.

Durante os dias 4, 5 e 6 de junho será realizada, em Goiânia, a 8ª Conferência Nacional sobre Defesa Agropecuária (CNDA). É a primeira vez que um estado da região Centro-Oeste sedia a conferência que é bianual e tem a Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa) como anfitriã e apoiadora desse evento promovido pela Sociedade Brasileira de Defesa Agropecuária (SBDA), com a participação do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa).

A 8ª edição, que tem como tema “Conectividade na Agropecuária”, inclui também pela primeira vez a participação dos produtores rurais e suas entidades de classe nas discussões das ações e processos de melhorias do serviço oficial que resultem na segurança da saúde pública, preservação do meio ambiente e economia do país.

“A CNDA é um evento de grande relevância nacional e receber os congressistas, em Goiânia, como produtores rurais, especialistas, estudantes e profissionais do setor agropecuário, é uma honra pois teremos a oportunidade de trocar experiências e evidenciar a força do agronegócio goiano”, ressalta o presidente da Agrodefesa, José Ricardo Caixeta.

A gerente de Sanidade Vegetal da Agrodefesa, que preside a Comissão Organizadora da 8ª CNDA, Daniela Rézio faz um panorama das novidades para a edição deste ano.

“A Conferência é um evento de discussão técnico-científico, que pela primeira vez inovou no formato do evento com a inclusão da participação dos produtores rurais, impactando de modo positivo nos debates que resultarão em importantes medidas que visam fomentar o mercado agropecuário, assegurar a qualidade e segurança alimentar”, reforça.

A expectativa é de que a abertura da 8ª CNDA conte com a presença de autoridades do setor agropecuário, como o ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Henrique Fávaro; o ex-ministro, engenheiro agrônomo Roberto Rodrigues, palestrante com expertise em segurança alimentar; e o governador Ronaldo Caiado, que também é produtor rural e deve ministrar a palestra magna na abertura do evento.

Saiba mais

A Conferência Nacional sobre Defesa Agropecuária é promovida pela Sociedade Brasileira de Defesa Agropecuária (SBDA), sediada em Salvador (BA), que tem como missão promover a interação e compartilhamento de conhecimentos técnico-científicos entre os profissionais executores da defesa sanitária animal e vegetal dos órgãos estaduais.

O evento tem o objetivo de discutir, de forma transversal, às demandas da sociedade, seja do ponto de vista dos serviços finalísticos prestados às distintas cadeias produtivas, como também dos controles de processos que resultam na oferta de alimentos livres de resíduos e contaminantes, buscar o fortalecimento do sistema de vigilância ativa e passiva pela adoção da inteligência quarentenária e princípios epidemiológicos, discutir sobre manejo de pragas, controle de enfermidades e impactos ambientais.

Durante os três dias de Conferência serão realizadas palestras e apresentação de pôsteres, abordando temas diversos voltados à excelência dos serviços de sanidade agropecuária, com destaque aos debates das medidas de prevenção e controle da gripe aviária, rastreabilidade bovina, impacto da nova legislação de agrotóxicos no Brasil, entre outros.

Também terá espaço para a realização de importantes reuniões institucionais, como o Fórum Nacional de Executores de Sanidade Agropecuária (Fonesa); Reunião Nacional do Serviço de Inspeção Oficial (Renasio); Encontro Nacional sobre Sementes e Mudas (Enasem); Encontro Nacional sobre Fiscalização de Agrotóxicos (Enfisa) e Encontro Nacional sobre Sanidade Vegetal (Ensave), e de eixos importantes, contando com a participação do Programa Nacional de Educação Sanitária em Defesa Agropecuária (Proesa).

O público-alvo do evento é formado por técnicos agrícolas, engenheiros agrônomos, florestais, médicos veterinários, zootecnistas, e técnicos em agropecuária de órgãos públicos federais e estaduais, de pesquisa e assistência técnica, sindicatos rurais, cooperativas agrícolas até auditores, fiscais e agentes agropecuários, professores universitários, estudantes de ciências agrárias, entre outros profissionais. Juntos consolidarão o intercâmbio de conhecimentos técnico-científicos e tecnologias inovadoras.

A Conferência foi realizada pela última vez em 2022, em Belo Horizonte (MG), e reuniu 864 congressistas. A proposta da organização para a edição deste ano é ampliar a participação e a expectativa é de que o evento alcance uma média de 1.500 inscritos, que além terem a oportunidade de adquirirem e aprimorarem conhecimentos diante de uma programação robusta com palestrantes de renome no cenário da defesa agropecuária, poderão conhecer as belezas culturais e o turismo goiano.

Nossas Redes Sociais
11,345FãsCurtir
23,198SeguidoresSeguir
Últimas
Postagens Relacionadas