21.8 C
Goiânia
InícioDestaqueEmbrapa testa insumo biológico no cultivo de lúpulo usando na produção de...

Embrapa testa insumo biológico no cultivo de lúpulo usando na produção de cerveja

O lúpulo  é uma espécie vegetal pertencente à ordem Rosales e à família Cannabaceae, nativas de áreas de clima temperado do hemisfério norte. O broto denominado estróbilos ou cones são ricos em lupulina e matéria prima indispensável à fabricação de cerveja.

Quase 100% do Lúpulo utilizado pelo mercado cervejeiro no Brasil  são importados. Em 2022 o Brasil importou cerca de 4,7 mil toneladas de lúpulo (sucos e extratos de lúpulo; Cones de lúpulo, triturados ou moídos, ou em “pellets”; Cones de lúpulo, frescos, secos, não triturados, não moídos, etc) totalizando, em termos de valores FOB (Free on board) um custo de mais de 450 milhões de reais.

Essa dependência pode ser minimizada com pesquisas da Embrapa do Rio de Janeiro que tem o objetivo de aumentar a produção de mudas em menor tempo usando insumos biológicos. Por meio do uso de bioinsumos, produtores de outras culturas já conseguem potencializar a produtividade. Experimentos com mudas inoculadas com a bactéria Azospirillum indicaram um aumento de 52% na biomassa da parte aérea da planta.

O lúpulo é um dos quatro ingredientes básicos da cerveja, sendo responsável pelo aroma e sabor da bebida
O lúpulo é um dos quatro ingredientes básicos da cerveja, sendo responsável pelo aroma e sabor da bebida

. “Nossa perspectiva é obter um bioinsumo que estimule a produção de mudas mais vigorosas, com menor tempo de viveiro e que reflitam em benefícios em relação à produtividade e, quem sabe, até na qualidade sensorial do lúpulo”, explica o pesquisador Gustavo Xavier, da Embrapa Agrobiologia (RJ).

Para reduzir essa dependência, a cultura do lúpulo está se expandindo para outros estados, como Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Rio Grande do Norte, além do Rio de Janeiro.

A maioria das produções ocorre em pequenas propriedades de até um hectare, para atender às microcervejarias locais.

O lúpulo é um dos quatro ingredientes básicos da cerveja, sendo responsável pelo aroma e sabor da bebida. Porém, é também o insumo mais caro da produção.

As principais regiões produtoras de lúpulo no mundo estão no Hemisfério Norte, em áreas mais frias da América do Norte, Europa e Ásia. A importação do produto é feita em embalagens de 400 gramas, que podem custar até R$ 300.

O lúpulo é submetido a um processo de peletização, que prolonga sua vida útil por até dois anos. No entanto, o aroma e o sabor do produto após o processo não são iguais aos do lúpulo fresco.

Acesse o manual de produção de Lúpulo e Artigo Científico aqui

Fonte: Embrapa

Fabiane Fagundes
Fabiane Fagundes
Jornalista especialista em agronegócio com formação em marketing digital e psicóloga em formação.
Nossas Redes Sociais
11,345FãsCurtir
23,198SeguidoresSeguir
Últimas
Postagens Relacionadas