30.8 C
Goiânia
InícioNotíciasAgronegócioEm Goiás, produções de carne bovina, leite esterilizado, biodiesel, álcool etílico registram...

Em Goiás, produções de carne bovina, leite esterilizado, biodiesel, álcool etílico registram queda em abril

De acordo com os dados da Pesquisa Industrial Mensal – Produção Física (PIM-PF), do IBGE, divulgado esta semana, a produção goiana apresentou queda de 0,5% frente a março de 2022 (série com ajuste sazonal), segunda queda consecutiva no ano.

Para explicar a queda de 2,2% da produção industrial goiana em abril de 2022, em comparação com mesmo mês de 2021, investigam-se as principais atividades que compõem a indústria goiana.

A seção das Indústrias de transformação registrou um recuo de 2,3% no mês de abril de 2022 frente a 2021, segundo queda consecutiva após três altas consecutivas.

Em uma análise mais aprofundada das divisões da indústria goiana, observa-se uma queda mais acentuada na fabricação de coque, de produtos derivados do petróleo e de biocombustíveis (-14,6%), sendo o décimo primeiro recuo consecutivo.

A atividade acumula quedas de 15,4% e 10,0% no ano e nos últimos 12 meses, respectivamente. As reduções que mais contribuíram para esse resultado foram nas produções de biodiesel e álcool etílico.

Também apresentou queda em abril a Fabricação de produtos alimentícios (-4,8%), segunda queda consecutiva em 2022, devido à redução na produção de leite esterilizado, carnes de bovinos frescas ou refrigeradas e carnes e miudezas de aves congeladas.

Defensivos Agrícolas

Seis seções apresentaram crescimento na produção em abril de 2022 no estado de Goiás. Destaque para Fabricação de outros produtos químicos, que teve alta de 96,6%, primeira variação positiva no ano. Contribuíram para a alta a produção de adubos ou fertilizantes com fósforo e potássio, de fosfatos de monoamônio, de superfosfatos e de adubos ou fertilizantes com nitrogênio, fósforo e potássio (NPK).

Janaina Honorato
Janaina Honorato
Jornalista especialista em agronegócio com formação em marketing digital. Experiência de 9 anos com comunicação para o agronegócio em reportagens de TV, rádio, impresso e internet.
Nossas Redes Sociais
11,345FãsCurtir
23,198SeguidoresSeguir
Últimas
Postagens Relacionadas